Barómetro dos transportes da TIMOCOM: Arrefecimento da conjuntura repercute-se no setor dos transportes/Nações fortemente exportadoras na Europa são as mais afetadas

As nações mais exportadoras, como a Alemanha, a França e os países do Benelux, são as mais afetadas

partilhar em:
05.08.2019

Erkrath, 5 de agosto de 2019 – Alemanha, França e os países do Benelux são, atualmente, os mais afetados pelo arrefecimento da conjuntura a nível mundial. Esta variação é atestada pelos números atualizados do barómetro dos transportes da TIMOCOM, com o qual a empresa de TI documenta trimestralmente a evolução da oferta e procura de transportes na maior bolsa de cargas da Europa.

Assim, o número de ofertas de carga colocadas no mercado através da TIMOCOM desde o início de abril até ao fim de junho de 2019 registou uma redução de 20 por cento. “A política económica protecionista do Governo dos EUA condiciona o comércio mundial, o que acaba por fazer cair o volume de exportações. As nações mais exportadoras, como a Alemanha, a França e os países do Benelux, são as mais afetadas por este desenvolvimento, afirma David Moog, Business Analyst da TIMOCOM. 

“A política económica protecionista do Governo dos EUA condiciona o comércio mundial, o que acaba por fazer cair o volume de exportações. As nações mais exportadoras, como a Alemanha, a França e os países do Benelux, são as mais afetadas por este desenvolvimento, afirma David Moog, Business Analyst da TIMOCOM.
partilhar em:

No segundo trimestre, foram colocadas através da Smart App Cargas, que é utilizada pelas empresas para criarem e gerirem as suas ofertas de transporte na bolsa de cargas, 21 817 710 ofertas no total; no trimestre homólogo do ano anterior este número ainda se cifrava em 27 565 605. O retrocesso afeta sobretudo o transporte de bens industriais e bens de investimento, nomeadamente do setor de peças e componentes e outros setores, declara Moog. 

O Brexit que se avizinha também tem repercussões cada vez mais vastas. “Após um forte aumento do volume de cargas com destino à Grã-Bretanha no primeiro trimestre devido ao reforço de stocks, vivemos agora um período de forte quebra”, declara Moog. Com efeito, o volume de exportações da Europa para a Grã-Bretanha caiu 56% no segundo trimestre em comparação com o trimestre anterior de 2019, informa a TIMOCOM.

A tendência é contrariada pela evolução das exportações no sul da Europa. Com um crescimento de 21% de abril a junho face ao trimestre homólogo do ano anterior, Itália, Espanha, Portugal e Grécia registaram um forte aumento das exportações de mercadorias para o resto da Europa. Moog: “Neste período, a época da fruta e dos legumes atinge o seu pico nestes países.”

Com o instrumento do barómetro dos transportes, a empresa de TI faz um levantamento trimestral da evolução da oferta e da procura dos transportes na bolsa de cargas integrada no Smart Logistics System da TIMOCOM. Com mais de 130 000 utilizadores e até 750 000 ofertas internacionais de cargas e camiões todos os dias, a TIMOCOM opera o maior sistema digital da Europa para o transporte rodoviário de mercadorias.

 

ir para cima

Ao usar este site aceita a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e anúncios. Saiba mais